lockquote Resenha #50 - Um Corpo na Biblioteca - Agatha Christie ~ Diurnos - Os Leitores

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Resenha #50 - Um Corpo na Biblioteca - Agatha Christie



Fala pessoal, beleza? Então hoje eu vim comentar mais uma obra da rainha do crime, Agatha Christie, que desta vez me decepcionou, diferente de Os Cinco Porquinhos, que eu amei, e fiz resenha no blog, confira aqui.

Título: Um Corpo na Biblioteca
Autor: Agatha Christie
ISBN: 9788520936535
Páginas: 180
Editora: Nova Fronteira
Skoob

O corpo de uma jovem é encontrado no tapete da biblioteca dos Bantry, às sete da manhã. A vítima é uma completa desconhecida e o casal Bantry decide chamar as autoridades para investigar o caso — e também, é claro, Miss Marple, detetive amadora e amiga da sra. Bantry.
Tudo se complica ainda mais quando chega até eles a notícia de outra adolescente morta, carbonizada dentro de um carro incendiado em uma pedreira. Qual será a possível conexão entre os dois incidentes?

Uma jovem mulher, loira é encontrada morta na biblioteca de Miss e Mister Bantry. Coisa de cinema, não é mesmo? E é isso que Agatha Christie quer passar para o leitor, o incrível chavão (clichê) da Ficção Policial, um corpo na biblioteca.
Miss Bantry. grande e velha amiga de Miss Marple (a detetive famosa criada pela autora), a chama para tentar desvendar o assassinato da bela garota, mas a polícia local, não gosta muito da ideia. Mais tarde, outro corpo é encontrado, carbonizado dentro de um carro, supostamente, outra jovem, e questionamentos são feitos, será que esses assassinatos estão interligados? Se sim, quem os cometeu?

"Quem comete um crime não teme em cometer um segundo, teme?"

A leitura é muito rápida, por se tratar de um trama curta e fluida, mas Agatha Christie não conseguiu me prender com sua escrita neste livro.  E a minha experiência com esta autora é uma montanha russa de sentimentos, ou eu gosto muito de um livro dela, ou eu detesto.
A solução do caso é boa,  mas como não me envolveu totalmente na história, não consegui dar palpites e muito menos tentar adivinhar o assassino culpado pelos assassinatos. Quando se fala em Suspense Policial, eu imagino uma coisa com reviravoltas, surpresas, e etc, mas isso não acontece de jeito nenhum em Um Corpo na Biblioteca.

Sobre a edição do livro, aparentemente é linda, com capa dura, capa maravilhosa, arrasando nas cores, mas infelizmente, os erros ortográficos e de digitação no corpo do texto estraga toda a "belezura" da obra. O que é uma vergonha para a editora Nova Fronteira, e um prejuízo para o leitor.

Eu recomendo o livro se você realmente que começar a ler romance policial, por ser um livro curto e sem grandes explicações, mas se você já tem um conhecimento do gênero, assim como eu, não está recomendado, pois é um livro sem grandes reviravoltas e suspense. Caso haja interesse, posso fazer um post especial de suspense e romance policial.

Então foi isso pessoal, espero que tenham gostado desta resenha, se você já leu este livro, deixe aí nos comentários sua opinião, um grande abraço e até mais!


Jorge Henrique

Jorge Henrique Ama o Universo dos livros, das séries de TV e da Matemática, seus autores preferidos são Cassandra Clare, J.K. Rowling, David Levithan, Verônica Roth, Cornélia Funk, e seu maior sonho é ter uma enorme biblioteca em seu quarto, mas por enquanto se contenta com o que tem. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial