lockquote [Li até a página 100 e... #03] Central de Histórias - Claudinei Sevegnani ~ Diurnos - Os Leitores

sexta-feira, 17 de junho de 2016

[Li até a página 100 e... #03] Central de Histórias - Claudinei Sevegnani





Fala pessoal! Beleza? Bom, hoje eu vim fazer o terceiro post da coluna: Li até a Página 100 e.., criada pelo blog Estante Lotada. Hoje, o livro da vez é Central de Histórias, romance nacional escrito por Claudinei Sevegnani e publicado pela Chiado Editora, parceira aqui do blog, confiram as minhas impressões sobre as 100 primeiras páginas do livro:

Primeira Frase da Página 100: 

"-Só por curiosidade - eu perguntei - quanto tempo leva para uma história ser efetivada pela máquina exclusivamente?"

Do que se trata o livro?

Klauss e Lila possuem em mãos a única máquina que sobrou, depois que todas as Centrais de Histórias foram destruídas pelo governo, elas são capazes de transformar histórias, até o momento ainda não ficou claro como isso acontece, os dois trabalham ilegalmente, atendendo pedidos de clientes anônimos e garantindo o sustento deles. Ameaças começaram a surgir e junto com isso problemas técnicos na máquina.

O que está achando até agora?

Estou achando a história bem trabalhada, é instigante, porque até então não sabemos como a máquina funciona direito, o que vai acontecer com as ameaças e como eles vão consertar os problemas que a Central de Histórias apresentou, estou gostando bastante da leitura.


O Que está achando dos personagens principais?

Nada a acrescentar, pois eles não são bem trabalhados, eu apenas gostei bastante de como o narrador-personagem narra a trama, participando secundariamente dela, mas sabendo de tudo e tornando a contagem da história bem dinâmica. Também gostei da parte de não envolver romance no livro, estava saturado de leituras amorosas e grudi-grudi.


Melhor quote até agora:

"[...] esta história nunca se tratou de amor. E nunca será de amor , você sabe, todos nós sabemos"

Vai continuar lendo?

Eu não tenho muita escolha, até porque é um livro de parceria, e eu me comprometo a ler todos os livros de parceria que chegam aqui, mas a história em si é muito boa e instigante, então com certeza irei ler até o final e em breve contar, na resenha, as minhas considerações finais sobre o livro.

Última frase da Página:

"De qualquer maneira eu precisava de dados verdadeiros. Mas como?"


Jorge Henrique Ama o Universo dos livros, das séries de TV e da Matemática, seus autores preferidos são Cassandra Clare, J.K. Rowling, David Levithan, Verônica Roth, Cornélia Funk, e seu maior sonho é ter uma enorme biblioteca em seu quarto, mas por enquanto se contenta com o que tem. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial