lockquote Resenha: O Teorema Katherine ~ Diurnos - Os Leitores

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Resenha: O Teorema Katherine



Título: O Teorema Katherine
Original: An Abundance of Katherines
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 302
Ano de lançamento: 2006
Avaliação: 4/5
Sinopse: O Teorema Katherine - Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.


Colin Singerton é um garoto gênio de 17 anos, que nunca teve seu momento Eureca! Ao longo de sua vida Colin namorou com 19 Katherine, e praticamente levou o pé na bunda de cada uma delas. Um dia deprimido por ter seu relacionamento acabado com a 19º Katherine, Colin chama seu amigo descendente de árabe Hassan para viajar de carro sem rumo, levando apenas seu caderninho de anotações para criar um teorema que diz quando um relacionamento irá acabar.

" Estranhamente estava deprimido demais para derramar lágrimas"


Na primeira cidade que eles pararam eles conhecem uma menina chamada Lindsey Lee e um túmulo. Lindsey acaba abrigando eles, interrompendo a viajem, pois Colin e Hassan acabam arranjando um emprego na fábrica da mãe dela, que era o que movia a cidade economicamente
.
Fora o teorema a ser resolvido,  o livro não tem um problema a ser resolvido, mas no decorrer da história acaba surgindo um que não tem uma solução no livro,  pois quando ele é apresentado é apenas uma "prévia" dele.

"Não importa quão grande seja o amor que você sente por uma pessoa,  esse nunca será maior que dor da saudade deixada por ela".

O livro tem algumas ilustrações de gráficos matemáticos, por conta de envolver um teorema, ele tem também notas de rodapé, que me atrapalhou um pouco e me distraiam na hora de ler. É narrado em terceira pessoa, é um ótimo livro, porém eu achei não teve tanta ação e aventura, e também tive uma certa dificuldade de entender o final, a história é boa com todo o estilo do John Green,  porém eu achei que ela poderia ter incrementado mais e dado mais emoção a história, pois ela foi a única que ele fez que não gostei tanto, o que o salvou foi toda a escrita e os diálogos bem humorados ao estilo John Green.

Laurinha Carvalho É uma estudante que em seu tempo livre ajuda seu amigo a administrar um blog. Seu maior sonho é... é Laura tem muitos grandes sonhos, todos não irão caber aqui. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial