lockquote Top 5: Melhores livros do Roald Dahl ~ Diurnos - Os Leitores

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Top 5: Melhores livros do Roald Dahl



O meu top 5 de hoje será para o meu primeiro autor favorito, Roald Dahl, é conhecido por escrever o livro Matilda e A Fantástica Fábrica de Chocolate, que ambos também viraram filmes e são considerados clássicos infantis. Alguns minhas professoras leram para mim, outros eu mesma li sozinha quando era criança.

1. As bruxas



Sinopse:
Bruxa de verdade nem parece bruxa. E aí está o perigo. -Como é que a gente vai saber quem é bruxa e quem não é? Este livro conta a história de um menino que, de tanto se meter em encrenca com bruxas, acabou especialista no assunto. Quem ler esta história fantástica de Roald Dahl aprenderá a se defender das bruxas que encontrar pela vida afora.


Foi o primeiro livro "grosso" que eu li. Emprestado da minha professora, eu me surpreendi com a história. A minha primeira visita ao mundo literário que eu tive não poderia ter sido mais incrível. Foi por este livro que eu me apaixonei pela escrita de R. Dahl. Não é um livro só para crianças é um livro, que na minha opinião todos deveriam ler, independente da idade. Ele chama a atenção de qualquer um, pela escrita mas pela história que é muito atrativa.


2. A fantástica fabrica de chocolate.



Sinopse: Ninguém sabia o que acontecia dentro daquela fábrica de chocolate. Havia gente trabalhando nela, claro, mas ninguém entrava e ninguém saía. Só saíam os doces e os chocolates, bem embrulhadinhos, prontos para serem vendidos. Um dia, os portões da fábrica se abriram para os cinco felizardos ganhadores do Cupom Dourado - e o mistério se desvendou. O leitor é convidado a conhecer o rio de chocolate, a grama de açúcar mentolado, os caramelos de cabelo e mil outras delícias - tudo isso na companhia do incrível Sr. Wonka, o dono da Fantástica Fábrica de Chocolate.

Como já tinha assistido ao filme, quando minha professora resolveu ler eu já achava que sabia a história. Estava totalmente enganada, pois a cada dia que ela lia eu me apaixonava mais pelo livro e tinha mais certeza de que tinha não sabia muito sobre o livro. Eu esperava sempre pela hora que ela iria ler, para poder saber mais da história. Confesso que me surpreendi com o final que achei que foi mil vezes melhor que o filme.

3. James e o pêssego gigante.

Sinopse: James vai morar com duas tias velhas e horrorosas em uma casa no alto de um morro. Certo dia, em uma árvore seca do jardim, nasce um enorme pêssego, habitado por estranhos insetos tamanho família. Com esses bizarros amigos, James parte para loucas aventuras em uma viagem transatlântica rumo a Nova York a bordo do pêssego gigante.

Como não tinha mais olhos para outros autores resolvi pegar novamente outro livro do Roald e não me arrependo. Se pudesse eu o leria de novo com todo o prazer. Com criaturas fantásticas e uma fruta gigante que passou por tantas coisa que eu realmente não entendi por que ela não apodreceu depois de tantas aventuras. Um livro que com uma palavra que a descreve só pode ser Magnífico, um livro magnífico,  um autor  magnífico, uma leitura magnífica!

4. O fantástico senhor raposo.

Sinopse:  Num vale havia três fazendas, que pertenciam a três fazendeiros mesquinhos: Boque, Bunco e Bino. Na colina, acima do vale, moravam Seu Raposo, Dona Raposa e suas quatro Raposinhas. Todos os dias Seu Raposo perguntava para Dona Raposa: "Então, querida, o que vamos comer esta noite? Uma galinha bem gorda do Boque? Um pato ou um ganso do Bunco? Ou, quem sabe, um belo peru do Bino?" Esta é a história de como o Seu Raposo enfrentou as pás, os tratores e as espingardas dos três fazendeiros para continuar alimentando sua família.
O fantástico Senhor Raposo vendeu mais de 4 milhões de cópias e foi adaptado para o cinema pelos Estúdios Fox.

A história era muito irresistível, pois não é sempre que temos uma raposa que tem de cuidar de uma família, e para fazer isso ela tem que assaltar três carinhas. O senhor raposo era um posso de esperteza e as aventuras por qual ele passava era fenomenal.

5. Matilda.

Sinopse: Matilda adorava ler. Passava horas na biblioteca, lendo um livro atrás do outro. Mas, quanto mais ela lia e aprendia, mais aumentava seus problemas. Os pais viam televisão o tempo todo e achavam muito estranho uma menina gostar tanto de ler. A diretora da escola achava Matilda uma fingida, pois ela não acreditava que uma criança tão nova pudesse saber tantas coisas. Depois de mil peripécias, em que tentou se livrar da tirania dos pais e da diretora, Matilda acabou encontrando a compreensão de uma professora, srta. Mel, com quem foi morar.

Foi o último livro do autor que eu li. Matilda me encantava com sua inteligência e sua meiguice e o jeito que ela dava em seus problemas. Ela na escola, na sua casa, em qualquer lugar ela conseguia se dar bem. As vinganças dela eram boas e eu adorava isso nela, o que ela não deixava barato.

Então é só pessoal, espero que tenham curtido, até mais!

Laurinha Carvalho É uma estudante que em seu tempo livre ajuda seu amigo a administrar um blog. Seu maior sonho é... é Laura tem muitos grandes sonhos, todos não irão caber aqui. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial